18.7 C
Porto Alegre
quinta-feira, setembro 16, 2021
InícioS.O.S - Manutenção10 dicas para selecionar oficina mecânica de câmbio automático (parte 2)

10 dicas para selecionar oficina mecânica de câmbio automático (parte 2)

Problemas de reparo em câmbio automático, pode ser um processo demorado quando se procura a oficina certa, mas fazer as perguntas corretas é fundamental. Continue com as dicas importantes que irão te ajudar nesta a escolha. 

6. Obtenha estimativas

Se você estiver em dificuldades e seu carro ou SUV precisar de grandes reparos, obtenha estimativas. Isso é vital quando você não é cliente regular da oficina que utiliza. Estimativas por escrito podem garantir que a loja não continuará atendendo a serviços desnecessários.

Além disso, estimativas escritas que estão longe do orçamento podem significar que uma loja cobrou por reparos e peças desnecessários. Também pode significar que uma loja diagnosticou incorretamente o problema.

7. Faça a loja explicar para que você entenda

Às vezes, os mecânicos são culpados de falar em termos que alguém não familiarizado com carros pode não entender. Certifique-se de conhecer o problema e os reparos necessários antes de escolher uma das oficinas de automóveis em sua área.

Não tenha vergonha em perguntar ou afirmar que não entendeu um termo técnico usado. Câmbios automáticos são uma incógnita até para muitos reparadores experientes, logo, não se sinta um verdadeiro “chato inconveniente” por almejar sanar todas as suas dúvidas. É seu direito.

8. Processo

Quanto às oficinas mecânicas, o cliente deve se certificar de que o estabelecimento disponha de aparelhagem moderna para detecção de falhas na elétrica e eletrônica: veículos atuais têm muitos módulos e redes, o que exige equipamentos específicos (scanner, osciloscópio, etc..) e funcionários treinados e qualificados.

Uma boa oficina especializada em transmissões, conta também com máquina de troca de óleo do câmbio, e ferramentas específicas para reparo de um determinado modelo de câmbio também se faz obrigatório.

9. Organização

Os equipamentos eletrônicos de teste e as ferramentas devem ficar em locais específicos, de forma organizada. Um carrinho de ferramentas não deve atrapalhar o acesso ao banheiro, por exemplo, ou ainda pôster de calendário de gosto duvidoso na parede.

Fator importantíssimo de critério de escolha é a limpeza e organização do local, devido ao fato do reparo ser muito técnico e delicado, com partes extremamente vitais ao funcionamento do equipamento, como o corpo de válvulas, “o cérebro da transmissão”, sendo reparado em ambiente adequado (laboratório de transmissões).

10. Ambiente

Não se espera um ambiente hospitalar em oficinas (mas algumas se parecem), tampouco podem ser demasiado sujas. Embora paredes e pisos não sejam imaculados, limpeza é bom sinal. Se não cuidam bem do próprio ambiente de trabalho, podem não se importar muito com o seu carro.

Num bom padrão de oficina o mecânico vai proteger com capas volante, alavancas de freio de mão e de câmbio para não sujar com graxa ou óleo.

Estas foram nossas dicas para você se sentir seguro e um passo a passo para escolher a melhor oficina para o reparo do seu automático. Venha nos conhecer e avaliar nosso ambiente, instalações e atendimento.

Acompanhe nossas dicas e compartilhe!

Facebook Comentários
- Advertisment -

cadastre-se

Cadastre-se GRATUITAMENTE e receba nossas notícias, dicas exclusivas e promos no seu e-mail.

MAIS POPULARES

- Advertisment -spot_img

TAGS

Facebook Comentários